Guerra na Ucrânia será 'catastrófica' para alimentação global, diz gigante dos fertilizantes

Notícias atualidade

A guerra na Ucrânia vai causar um choque “catastrófico” na cadeia de suprimentos e no custo dos alimentos, afirmou Svein Tore Holsether, chefe de uma das maiores empresas de fertilizantes do mundo.

“Metade da população mundial obtém seus alimentos graças ao uso de fertilizantes, e se isso for retirado de alguns cultivos, essa produção pode cair até 50%”, afirmou Holsether, da Yara International, empresa com sede na Noruega que opera em mais de 60 países e compra quantias consideráveis de matéria-prima da Rússia. “Para mim, não é uma questão se vamos ou não entrar numa crise global de alimentos, mas quão grande será essa crise.”

Segundo ele, antes mesmo da guerra na Ucrânia o preço de fertilizantes já estava alto por causa do aumento da cotação do gás natural. “Agora o cenário tem mudado a toda hora”, disse Holsether.

“Nós já estávamos em situação difícil antes da guerra, e agora há essa quebra da cadeia de suprimentos, enquanto nos aproximamos do período mais importante da temporada para o hemisfério Norte, que é quando muito fertilizante precisa ser transportado e isso provavelmente será impactado.”

A Rússia e a Ucrânia estão entre os principais produtores mundiais no setor agrícola. A Rússia também produz quantias enormes de nutrientes, como potássio e fosfato, que são ingredientes essenciais para os fertilizantes (utilizados para o crescimento das plantações).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.