Samsung revela as suas novas iniciativas sustentáveis

samsung notícia

A Samsung anunciou no Dia Mundial da Terra as suas novas iniciativas sustentáveis, que vão desde inovações de equipamentos e funcionalidades mais ecológicas a embalagens sustentáveis que lhe permitam reduzir a utilização de recursos, procurando assim responder de forma mais eficaz às questões ambientais.

Os esforços da Samsung para reduzir as emissões de carbono ao longo de todo o ciclo de produção ganharam o reconhecimento da Carbon Trust, a autoridade líder mundial no controlo da pegada de carbono. No ano passado, os chips de memória certificados pelo Carbon Trust da empresa ajudaram a reduzir as emissões de carbono em quase 700.000 toneladas.

A tecnológica começa por apontar os métodos de produção de baixo impacto, embalagens que reduzem a pegada ecológica e fornecem uma experiência mais sustentável para o cliente, e ainda o reaproveitamento responsável de produtos no final do seu ciclo de vida.

Tecnologia
“A eficiência energética é fundamental para permitir assegurar a pegada de carbono e assim gerar mudanças mais sustentáveis”, aponta em comunicado. Ao nível dos avanços tecnológicos na área da sustentabilidade, a empresa introduziu melhorias no Comando Eco das suas televisões, substituindo a bateria por um painel solar incorporado que pode ser carregado com luz natural ou artificial, bem como através de frequências de rádio captadas de redes Wi-Fi. Através desta ação, a Samsung tem como objetivo eliminar mais de 200 milhões de baterias.

Gestão energética e de recursos
A gestão energética foi outro ponto que a Samsung teve em conta. Através de uma parceria com a empresa Q CELLS, a Samsung está a desenvolver uma nova funcionalidade de Zero Energy Home Integration, para a sua aplicação SmartThings Energy, integrando dados sobre a produção e armazenamento dos painéis solares e sistemas de armazenamento de energia de uma casa, e auxiliando a monitorização da sua autossuficiência energética.

Para além disso, também monitoriza a utilização energética dos dispositivos conectados e recomenda métodos de poupança energética com base nos seus padrões de utilização.

Plástico reciclado
A Samsung anunciou ainda que pretende aumentar a percentagem de plástico reciclado utilizado nos seus eletrodomésticos, tendo expandido a sua utilização tanto em componentes interiores como exteriores. Em 2021 o compromisso da empresa era de aumentar a utilização de plástico reciclado em 5%, e até 2024 aumentou o valor para 30%. Esta medida irá aumentar o uso deste componente de 25.000 toneladas para 158.000 toneladas em 2024.

Para além desta aposta, também desenvolveu um novo tipo de plástico reciclado de polipropileno para as suas máquinas de lavar roupa, utilizando este material, ou reaproveitando-o de produtos descartáveis, a empresa criou um tipo de resina reciclada, mais resistente a choques externos.

Lixo eletrónico e embalagens
“O lixo eletrónico é outro grande desafio para a indústria”, aponta a Samsung, notando que desde 2009 já reaproveitou mais de cinco milhões de toneladas destes resíduos. A Samsung lançou o Galaxy for the Planet, uma plataforma de sustentabilidade para os dispositivos móveis, criada para definir uma ação climática tangível que permita minimizar a pegada ambiental dos dispositivos móveis ao longo de todas as fases dos seus ciclos de vida.

“A poluição provocada pelo plástico representa sérias ameaças ao nosso ambiente, e as redes de pesca descartadas são especialmente prejudiciais à vida marinha e aos nossos oceanos. A colaboração da Samsung com organizações líderes vem ajudar na recuperação das redes de pesca descartadas e transforma-as num material de alto desempenho para os seus smartphones”, comenta a empresa.

Este material foi também utilizado na mais recente gama Galaxy S22, que contem 20% de plástico reciclado, proveniente destas redes, e para além disso, também as suas embalagens são feitas de papel 100% reciclado e as películas protetoras são feitas de plástico reciclado.

“A Samsung assegura também a utilização de embalagens ecológicas para abranger uma maior linha de produtos, incluindo eletrodomésticos, tais como aspiradores e micro-ondas”, aponta a empresa. Um dos principais esforços reside nas embalagens de todos os modelos de televisões e soundbars, através da sua solução eco-packaging, com menos 90% de tinta, para além de remover os agrafos durante a sua produção. “Ambas as melhorias reduzem o desperdício e facilitam o processamento nos centros de reciclagem”, nota a empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.